Capacidade de redação dos estudantes brasileiros. Reflexão sobre o resultado do ENEM 2014.

Capacidade de redação dos estudantes brasileiros. Reflexão sobre o resultado do ENEM 2014.

Giulliano Gardenghi

Nesta terça-feira (13 de janeiro de 2015) durante coletiva de imprensa com Cid Gomes, atual ministro da Educação, e o presidente do Inep, Francisco Soares, divulgou-se os números do ENEM 2014 (Exame Nacional do Ensino Médio).

Não me causou espanto, mas sim inquietação, no que tange à redação, a pontuação obtida pelos candidatos (lembrando que 6.193.565 candidatos realizaram a prova).

Seguem os números, considerando uma escala que vai de 0 a 1000:

Notas ZERO = 529.374 candidatos (8,55%)

Notas entre 901 e 999 = 35.719 candidatos (0,58%)

Notas máximas (1000 pontos) = 250 candidatos (0,004%).

Fazendo alguns cálculos básicos, obtive o seguinte valor:

Para cada aluno que obteve a nota máxima na redação, houve 24.773 alunos que não obtiveram tal feito. A prova de redação teve como tema “Publicidade infantil em questão no Brasil”, assunto amplo, da comunicação e os limites da comunicação, que envolve a discussão sobre liberdade de expressão, de um lado, e proteção às crianças, de outro.

Mais do que o tema proposto em si, quero discutir aqui um fato verificado por mim em um site de notícias: Estudantes ‘nota 1.000’ na redação do Enem revelam o segredo do sucesso. Apenas 250 alunos entre 6,2 milhões conseguiram nota máxima na redação.

Muita leitura, prática e paixão pela escrita ajudaram na hora da prova.

Fonte: Portal G1 (http://g1.globo.com/educacao/enem/2014/noticia/2015/01/estudantes-nota-1000-na-redacao-do-enem-revelam-o-segredo-do-sucesso.html)

Alguns depoimentos de candidatos nota 1000.

Treino e dedicação

Treinamento e dedicação são as dicas da carioca Paula Freire, de 19 anos, para conquistar a nota 1.000 na redação do Enem. Ela chorou muito quando soube que estava entre 250 estudantes de todo o país a conseguir a nota máxima.

“Fiz muita redação porque sei que quem treina mais sempre escreve melhor.”

A estudante Andréia Lira, 18 anos, do Recife (PE) tentava fazer pelo menos umaredação por semana.

Leitura e ato da escrita são fundamentais

Luis Arthur Novais Haddad, de 19 anos, de Juiz de Fora (MG) sobre a redação: “Importante é ler bastante e escrever para adquirir o hábito e ter um bom vocabulário. A leitura é fundamental para um bom texto.”

O costume de ler desde pequeno é apontado por André Diniz, de 17 anos, de Natal (RN), como principal fator para alcançar a nota máxima na redação do Enem. “Acredito que a leitura foi o diferencial. Eu costumava ler desde pequeno e o desenvolvimento na escrita foi natural.

Coloquei esses depoimentos aqui para ressaltar o que é comum nos indivíduos de maior êxito. TREINO; DEDICAÇÃO; LEITURA, ATO DE ESCREVER. Note que citei quatro indivíduos, cujos nomes estavam on line, recebendo os louros da conquista.

Com certeza em suas ruas, bairros, cidades, estados, haverá matérias sobre os outros 246 que também receberam o tão almejado 1000. Com certeza para eles atingirem aos seus objetivos (entrar numa boa universidade pública, no curso de seus sonhos) será mais fácil, uma vez que a redação tem grande peso no resultado final do ENEM.

Por outro lado, busquei e não encontrei nenhuma reportagem que falava dos outros 6.193.315 candidatos que não chegaram ao topo na prova. Nenhum dos 529.374 candidatos que tirou ZERO teve o nome citado.

Fica aqui a seguinte mensagem:

Faça tudo o que puder pelo seu objetivo, seja ele um novo emprego, uma promoção dentro do atual serviço, aquisição de conhecimentos novos para um melhor desempenho profissional, ou outros. Esse objetivo só se tornará realidade se você se dedicar, treinar, buscar conhecer ao máximo o que é necessário para atingir a meta que deseja para sua vida. Quando achar que está se esforçando ao máximo, busque dentro de você e nas pessoas de quem gosta e que vivem ao seu redor (amigos, família, e porque não, seus professores), a energia necessária para fazer ainda mais. Lembre-se de que para ficar a frente dos seus concorrentes (que não se dedicarem como você), é fundamental que dê seu máximo, pelo maior tempo possível.

Fazendo isso, tenha uma certeza. Você chegará lá. Onde quer que seja, com certeza você chegará lá!

Aos estudos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *