A importância de um olhar diferente sobre a apresentação individual para o profissional da área da saúde.

A área de saúde tem passado por grandes transformações em relação ao posicionamento no mercado de trabalho. Quando destaco a área de saúde é preciso lembrar quantas profissões se encontram neste nicho, médicos, fonoaudiólogos, biomedicina, dentistas, fisioterapeutas, enfermeiros, etc.

São tantas carreiras brilhantes que sentem neste novo século o peso da necessidade de se posicionar de forma diferente, quando falo diferente destaco maneira de se vestir, comunicação, rendimentos, capacitação e tudo mais que envolve a formação de um novo profissional da saúde. Percebam que o único ponto muito pouco cobrado hoje pelo mercado é a técnica. Insistimos em focar a formação na competência técnica.

Hoje  tive a oportunidade de ter acesso a um texto que esta sendo divulgado nas redes sociais. Neste texto o autor fala como se fosse um medico e apresenta tudo que há de errado com o profissional fisioterapeuta. Acredito que em muitos pontos colocados no desabafo o autor tem razão, porém o escritor deste texto se refere somente ao fisioterapeuta e por falta de conhecimento esquece-se de mencionar que esta é uma realidade vivida por uma classe. Quantos médicos têm uma péssima apresentação individual, quantos dentistas atendem seus clientes com roupas brancas encardidas e consultórios que deixam de longe a beleza e a limpeza? Quantos enfermeiros trocam de um plantão para o outro e devido ao pouco tempo esquecem ate mesmo de um bom banho, pois muitas vezes é preciso escolher entre comer algo ou tomar banho!

Veja que em todo este discurso só se discute posicionamento individual. Cuidados individuais, apresentação individual, cuidado com a aparência e principalmente cuidado com quem recebe este serviço!

É triste discutirmos sobre isto, preferimos reclamar ao invés de entender que toda a diferença no trabalho corporativo inicia com o melhor posicionamento individual!

Este texto visa apenas instigar a nossa percepção sobre o profissional da saúde e para como o mercado tem nos vistos? Não podemos escolher uma profissão nesta área e detona lá. Precisamos refletir os nossos valores individuais e assim começaremos a fazer um trabalho de esforço para a melhora da profissão e de uma forma mais ampla da área de saúde tão sucateada no mercado atual.

O discurso sobre apresentação individual não é inútil nem fútil!

No  ambiente de executivo isto é fundamental!!!!! A quinta maior escola de negociados do mundo, a Fundação Dom Cabral, orienta seu corpo docente a se apresentar impreterivelmente de terno e gravata, para os homens e a para as  mulheres terninhos. Será que se este cuidado não fosse algo relevante esta renomada instituição colocaria esta regra?

Precisamos olhar ao nosso redor e escolher. De que forma queremos ser vistos?

Amigos o que vocês acham?

Compartilhe comigo sua opinião sobre este assunto.

Abraços,

Alessandra C. Dorça